Foto: CNA/Divulgação

Em maio, o faturamento com exportações de Santa Catarina foi de US$ 983,5 milhões, segundo dados do Ministério da Economia divulgados nesta segunda-feira (7). Este é o maior valor nominal da história do Estado para um único mês. 

O resultado, muito atribuído à desvalorização do real frente ao dólar estadunidense, é um recorde e bateu a soma alcançada em agosto de 2018, de US$ 977,7 milhões, a maior até então. 

A marca histórica em maio foi alcançada com o bom momento do agronegócio. A soja (US$ 143,8 milhões) foi o principal item de exportação, seguido de carnes de aves (US$ 138,5 milhões), carne suína (US$ 124,6 milhões), e madeira compensada (US$ 41,3 milhões).

Outros itens, como madeira serrada, móveis de madeira, motores elétricos e peças, material de construção, e peças para automóveis também tiveram aumento e puxaram a alta no período. 

No ano, Santa Catarina acumula pequeno avanço na comparação com o ano passado. Considerando os cinco primeiros meses do ano, houve faturamento de US$ 3,4 bilhões em 2020, contra US$ 3,78 bilhões em 2021, alta de 11,1%.