Região – o cemitério de Sede Capela foi a morada final e definitiva de uma importante escritora alemã do final do século XIX e início do século XX. Trata-se de Josefine Wiersch, que nasceu no dia 22 de janeiro de 1860 em St Mathias, que pertence a Trier, cidade mais antiga da Alemanha. Batizada como Anna Josephine Daniel, Josefine se tornou conhecida pela publicação de dezenas de artigos em jornais e revistas alemãs de orientação cristã católica na Europa, nos Estados Unidos e também no Brasil. Além dos inúmeros artigos, Josefine também publicou dois livros. Um deles é “Verbant nach Siberie” (Exilada na Sibéria) e o outro é um resumo de sua longa história de vida e recebe o título de “Durch Drei Welten” (Através de Três Mundos). Antes de se estabelecer em Sede Capela no final do ano de 1930, quando já tinha 71 anos de idade, junto com seu marido Anton Wiersch que contava então com 78 anos, Josefine havia peregrinado por diversos países do mundo, tendo vivido duas guerras, e na iminência de viver a terceira. Em suas peregrinações recebeu de um nobre francês o apelido de “pássaro migratório alemão”, o qual ela mesma considerou muito adequado para o estilo de vida que havia assumido pois, quando ainda era mocinha, tinha decidido que viajaria pelo mundo para em todos os lugares “observar os milagres de Deus”.