Foto: Bruno Collaço/Agência AL

A Assembleia Legislativa de SC (Alesc) suspendeu o recesso parlamentar do meio do ano. A decisão foi tomada pelo colégio de líderes da Casa e tem o objetivo de manter os trabalhos legislativos em momento delicado para o Estado – com avanço da pandemia, reconstrução pós-ciclone e outros temas.

O Parlamento entraria em recesso neste sábado (18) e retomaria as atividades em agosto. Para driblar o calendário, os deputados vão adiar a votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 1º de agosto. Pela Constituição, a LDO precisa ser votada antes da paralisação: ou seja, sem votação não há recesso.

“O momento que vive Santa Catarina merece toda nossa atenção, precisa do trabalho dos deputados”, afirma o presidente da Assembleia, deputado Julio Garcia (PSD). “Vamos continuar fazendo o que fizemos até aqui, atuando para que a crise seja amenizada, para que todos, unidos, possamos enfrentá-la da melhor maneira possível.”

Com isso, as sessões e reuniões das comissões, incluindo a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Respiradores, prosseguem normalmente nas próximas duas semanas. Já o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, que deve ser votado antes do início do recesso de julho, deve ser aprovado pelos deputados no começo do mês de agosto.