Michel Gazola atuava como gerente de futebol desde o ano passado, quando assumiu durante o Brasileirão (Márcio Cunha/Chapecoense)

Em último lugar na Série A do futebol catarinense, a Chapecoense comunicou na manhã desta terça-feira (3) um “combo” de demissões. Quatro profissionais foram desligados. Foram dois comunicados enviados. No primeiro, o Verdão anunciou a saída do gerente de futebol Michel Gazola. “A decisão foi tomada em comum acordo entre as partes”, informou a agremiação do Oeste. Gazola atuou na supervisão de futebol verde-branco de 2017 a 2019, ano em que assumiu o cargo de gerente durante o Brasileirão.

Logo depois, a Chape noticiou os desligamentos do preparador de goleiros André Croda, do analista de desempenho Josué Romero e do massagista Adriano de Jesus. No fim, o clube agradeceu aos agora ex-funcionários pelos serviços prestados.