A expansão da produção e consumo de produtos orgânicos vem acontecendo num ritmo cada vez maior, pelo crescimento da consciência e preocupação da sociedade com a qualidade dos alimentos que consome e, também, com o impacto dos processos produtivos sobre o meio ambiente. Por isso, é cada vez mais comum encontrar espaços de comercialização ofertando produtos orgânicos, sejam eles frescos, industrializados ou como ingredientes de cardápios de restaurantes.

Para debater o assunto na semana nacional dos produtos, a CAPADR – Comissão da Agricultura da Câmara dos Deputados realizou audiência sobre o PL4576/2016 que prevê a garantia, rastreabilidade e comercialização dos orgânicos.

Para o deputado federal Celso Maldaner (PMDB/SC) membro titular da comissão, os produtos orgânicos tem mais sabor e durabilidade, possuem uma ótima qualidade gerando segurança alimentar e nutricional, proporcionando mais saúde, bem estar e melhores condições de vida, com a finalidade de preservar o meio ambiente.  Maldaner explica que Santa Catarina é o estado com o maior número de propriedades certificadas para produção de orgânicos. “São 2805 propriedades, o que corresponde a 18,9% do total existente no país”.

Para que todos possam compreender como podem se proteger de fraudes e contribuir para garantir a qualidade orgânica dos produtos comercializados, o Ministério da Agricultura, junto com os demais parceiros no âmbito federal, estadual e municipal, escolheram para o tema da Campanha Nacional dos Produtos Orgânicos deste ano “Você também faz parte desta rede! Ajude a garantir a qualidade orgânica!”.

Por meio de vídeos, panfletos, palestras e outros materiais e atividades, serão repassadas informações referentes aos cuidados, direitos e obrigações que os produtores, consumidores, processadores e comerciantes devem ter, para garantir que ao comprar ou consumir produtos orgânicos em feiras, lojas, hotéis e restaurantes as pessoas estejam, de fato, levando e consumindo produtos verdadeiramente orgânicos.

A Campanha tem início nesta última semana de maio e se estende até maio de 2018, com eventos e atividades em praticamente todas as unidades da federação.

Com informações do Ministério da Agricultura.